Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

(Sem) Manual de Instruções

Porque a vida não tem manual de instruções. Um pouco de tudo o que é importante, tratado com uma pitada de sátira e sarcasmo!

(Sem) Manual de Instruções

Porque a vida não tem manual de instruções. Um pouco de tudo o que é importante, tratado com uma pitada de sátira e sarcasmo!

Adoro a desinformação dos nossos jornais…

Sobre o caso de assalto à carrinha de valores em Sintra, que parece saído da famosa série americana "Cops", hoje ao passar os olhos pelos jornais nacionais fiquei super esclarecida.

Lendo todos os artigos fica-se até na dúvida se todos falam sobre o mesmo caso, tais são as discrepâncias. Mas nem a informação básica pode ser retirada daqui… Tão simples como:

Quantos assaltantes eram? Afinal, houve roubo ou não houve?

 

OBSERVADOR:

4 homens

"a carrinha de valores que acabou por não ser assaltada".

 PÚBLICO

Entre quatro e cinco elementos. (seriam 4 e meio?)

"...conseguiram levar pelo menos parte do dinheiro que transportava".

 EXPRESSO

4 ou 5 indivíduos

“As autoridades estão à procura de um grupo armado que terá assaltado, na tarde deste domingo, uma carrinha de valores”.

 JORNAL DE NOTÍCIAS

4 homens

“Roubaram dois sacos com milhares de euros que um segurança tinha acabado de recolher”.

 DIÁRIO DE NOTÍCIAS

Pelos menos 6 homens (diz mesmo peloS menos, não é gralha minha, é deles)

“…acabaram por entrar todos para o pequeno Audi, com os sacos do dinheiro e as caçadeiras, abandonando a carrinha”.

 TVI 24

4 ou mais

“…consumaram o assalto e conseguiram levar o dinheiro”.

 CORREIO DA MANHÃ

7 homens (xiça CM, não seriam 30?)

“…minutos depois de roubarem sacos de dinheiro de uma carrinha de valores”.

Ou então, mais abaixo na mesma notícia:

“Não se sabe se os homens conseguiram levar os valores”.

 

Gostei particularmente do artigo do PÚBLICO, jornal que até não tenho em má consideração, mas Por Favor!

Ora leiam alguns trechos desta pérola escrita em bom português (hum hum):

 

#1 MASCULINO OU FEMININO?

 

“…a circulação na A16 esteve vários vezes condicionada desde o início da tarde, tendo inclusive (porquê o uso do itálico?) chegado a estar cortada nos dois sentidos.”

 

#2 VAMOS ENCHER ISTO COM CHOURIÇOS E FRASES GRANDES

 

“…foi transportado para aquela unidade por uma Viatura Médica de Emergência e Reanimação do Instituto Nacional de Emergência Médica.”

Não era mais simples “…foi transportado para aquela unidade por uma ambulância do INEM.”

 

#3 DE NOVO PERSEGUIDO PELO ITÁLICO E UM “R” PERDIDO…

 

“O PÚBLICO tentou contactar, sem sucesso, a Loomis, que no seu site (itálico?) informar ter uma frota de cerca de 100 viaturas…”.

 

#4 FRASES BEM CONSTRUÍDAS

 

“…estando a investigação do assalto entregue à Polícia Judiciária, onde está entregue à Unidade Nacional de Contra Terrorismo.”

Ou então “…estando a investigação do assalto entregue à Unidade Nacional de Contra Terrorismo da Polícia Judiciária”, não?

 

“O grupo, que a polícia acredita ter entre quatro e cinco elementos, continuou a ameaçar automobilistas a pararem, tendo conseguido imobilizar uma viatura que usou para fugir”.

Continuou a ameaçar automobilistas a pararem?

 

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/autoridades-procuram-grupo-armado-apos-assalto-a-carrinha-de-valores-em-sintra-1724713

 

Bad boys, bad boys
What'cha gonna do?140827cops1.jpg
What'cha gonna do when they come for you?
Bad boys, bad boys